Escolha uma Página

Atualmente, a concorrência do mercado de trabalho está cada vez mais alta. Por isso, ter um currículo atrativo é o que difere os candidatos e abre as portas para o novo caminho profissional, afinal, a etapa de triagem de currículos é o primeiro contato do recrutador com você e a grande chance de mostrar o seu potencial!

Você sabia que, em média, um candidato tem somente seis segundos para chamar a atenção de um hunter? Pensando nisso, nossa equipe preparou esse material sobre oito erros comuns na hora de montar o currículo. Siga nossas dicas e confira o que você não deve colocar no seu CV para utilizar esses poucos segundos ao seu favor!

Evite adjetivos “batidos”

Coloque, principalmente, as suas experiências profissionais e pessoais que façam mais sentido para a vaga. Evite colocar adjetivos como “muito comunicativo”, “muito organizado”, “proativo” entre outros, esse tipo de comunicação acabou se tornando mal avaliada pela maioria dos recrutadores pelo uso indiscriminado por parte de alguns candidatos.

Além disso, pensar no design do seu currículo também é essencial para conseguir a sua tão sonhada vaga. Estude o estilo da empresa para saber se um currículo tradicional é o formato mais correto ou até mesmo se a vaga permite um layout mais visual. Por isso, utilize os bullets points para descrever sua trajetória profissional com frases curtas e objetivas.

Tome cuidado com os dados pessoais

O excesso de dados pessoais no seu CV também pode prejudicar a sua procura pela nova vaga. Não é necessário, por exemplo, colocar os números do seu RG e CPF. Também não é necessário colocar o nome dos pais ou dos filhos. Esses dados serão solicitados pelo recrutador no momento de sua contratação, inflar essa área do currículo pode não ser bem visto pelo recrutador, então mantenha as informações básicas.

A falta dos seus dados pessoais também é um fator que pode prejudicar o seu currículo. Nome, idade, meios de contato e endereço residencial são informações essenciais e, caso não tenha, o seu currículo pode ser ignorado imediatamente pelo recrutador.

Outro dado pessoal importante é o seu e-mail. Caso ele tenha sido criado na época da infância ou adolescência, certifique-se que ele é próximo do modelo “[email protected]”. Contas como [email protected] ou [email protected] não são vistos com bons olhos pelos hunters.

Esqueça as frases clichês 

Além do excesso de adjetivos já citados acima, jamais coloque em seu currículo frases clichês e superficiais, como “auxiliar para o crescimento da empresa” ou “trabalhar para essa grande companhia” no campo de objetivos. Essas frases, infelizmente, ainda são encontrados em muitos currículos e vão te colocar na pilha de currículos negados e não na lista de selecionados que é o que esperamos pra você, mesmo que seu currículo seja adequado uma frase dessa pode transparecer amadorismo e vai acabar te prejudicando.

Seja claro e coloque experiências concretas, realizações quantificáveis são as mais valorizadas pelos recrutadores exemplos como “Atualizei a estratégia de tráfego da empresa, contribuindo com a redução de 27% no CPC e um aumento de 18% na geração de leads” demonstram em poucas palavras sua capacidade e habilidades, procure quantificar o quanto possíveis todas suas tarefas.

Além disso, descreva diretamente o seu objetivo, como “Analista Financeiro Júnior” ou “Assistente Administrativo”, evitando termos como “à disposição da empresa”, isso demonstra falta de foco e até mesmo uma ausência de planejamento de carreira por parte do candidato.

Lembre-se que ter várias carreiras exigem CV’s separados, individualizados e exclusivos, cada posição precisa de um currículo adequado de acordo com a empresa e com a vaga postada pela empresa. Então, se você atua como publicitário e fotógrafo, por exemplo, faça dois currículos: um para cada profissão.

Fique atento com o português e demais línguas

Erros de português podem minar automaticamente as suas chances de atrair o olhar do recrutador. Lembre-se que, como falado acima, você só tem seis segundos! Erros gramaticais e de ortografia irão trazer suas chances para um patamar quase negativo. Peça ajuda para amigos e pessoas próximas a você, releia por várias vezes até ter certeza que não há possibilidade de erros de português.

Também fique atento com os erros gramaticais em línguas estrangeiras. É essencial que você aponte no currículo somente as linguagens que tem real experiência e conhecimento comprovado. Por isso, não utilize tradutores sem antes checar se o conteúdo que será colocado no seu CV faz sentido.

Mais uma dica que deve ser seguida está relacionada ao de corretores automáticos e erros de digitação. Esses pequenos detalhes podem arruinar o seu currículo, demonstrando distração, além de deixar que profissionais com perfis mais minuciosos e detalhistas passem você na concorrência pela vaga. Novamente já indicamos uma simples e valiosa solução para resolver esse problema, traga pessoas próximas à você para te ajudar no processo, eles serão os primeiros a estender a mão nesse momento. Pessoas com olhares diferentes, conseguem apontar erros que nós não enxergamos.

Não pule etapas ou deixe campos em branco

Alguns candidatos já iniciam o currículo colocando frases como “minha pretensão salarial está em torno de…” ou “minhas referências profissionais são…”. Elas, além de quebrarem o padrão esperado para um currículo, pois estão fora de posição, podem ser mal interpretados pelo recrutador, pois podem demonstrar uma ansiedade não saudável. Por isso, não coloque essas frases diretamente no seu CV. Essas informações serão solicitadas pelo recrutador conforme as etapas do processo seletivo.

Além disso, caso você esteja se candidatando por alguma plataforma online, certifique-se de preencher todos os espaços em brancos. Deixar espaços sem preenchimentos, é, sem dúvidas, um erro que pode descartar automaticamente o seu currículo, comparado aos demais candidatos. Isso porque todas as perguntas desses formulários podem servir como quesito eliminatório e, caso algum ponto seja deixado de fora, o seu currículo não chegará às mãos do hunter. Deixar o seu CEP de fora, por exemplo, pode fazer com que você seja eliminado em um processo onde empresas buscam candidatos próximo à sua região.

Coloque os dados importantes em destaque

Alguns candidatos começam o currículo com informações pouco relevantes e acabam deixando os dados mais importantes no final do documento. Mas, conforme já citado, os recrutadores têm apenas seis segundos de atenção por candidato e, além disso, precisam se certificar que chamarão a pessoa certa para a entrevista, visando não perder tempo.

Por isso, não faça suspense no seu currículo: deixe as informações essenciais à vista para não desperdiçar a sua tão sonhada chance! Use os espaços do seu currículo de maneira estratégica, a etapa de planejamento é muito importante então organize o seu currículo de modo com que  as informações importantes estejam em relevância.

Cuidado com os títulos

Os empregadores querem saber se você está interessado na posição, mas opte por mostrar suas habilidades ao invés de implorar pela vaga. Por isso, tome cuidado com títulos de currículo ou de e-mails com frases como “me ajude a conseguir a vaga” ou “por favor, me dê uma oportunidade”. Isso pode assustar os recrutadores, que descartarão o seu currículo rapidamente.

Também, evite utilizar o nome de “CV” apenas. Ao optar por esse nome, o seu currículo poderá ir para um grande banco de dados, com diversos outros candidatos que também nomearam os documentos dessa maneira, crie uma estratégia de tags para o nome do arquivo e e-mail. Então, como contornar essa situação? Uma boa maneira é utilizar o padrão “primeiro nome + sobrenome – CV”. Essa é uma tática para ajudar os recrutadores na análise e identificação rápida das centenas de currículos que recebem por dia.

Porém, fique atento às instruções extras solicitadas pela empresa: caso peçam para nomear o seu currículo de uma maneira diferente, certifique-se que de fará da maneira correta. Assim como essa tática ajuda na percepção positiva do seu perfil, ela pode formar uma opinião errada sobre você, caso esteja com o título errado ou de uma forma que não foi solicitada. Isso pode demonstrar falta de aderência aos processos internos e irão te eliminar do processo seletivo.

Atente-se às datas e informações de saída das experiências profissionais 

Informações importantes e experiências recentes deverão ser colocadas em primeiro lugar nos currículos. Por isso, é importante criar uma linha do tempo de experiências. Mas, atente-se com os gaps deixados. Os recrutadores perguntarão caso vejam algum período que esteja em branco no seu currículo.

Caso tenha ficado desempregado por um tempo, ou está no momento, não é necessário escrever coisas do tipo “buscando recolocação” ou “procurando uma nova oportunidade no mercado”. Você pode utilizar o tempo parado para fazer cursos ou trabalhos freelancers, por exemplo.

O que não deve ser colocado no seu currículo é o motivo de saída da empresa anterior. Isso pode deixar aberto a interpretações pelos recrutadores e acabar manchando a sua imagem. Portanto, explique as motivações da época em uma conversa ou em algum momento que seja solicitado. Lembre-se de tratar o assunto com cautela, para não parecer mentira ou demonstrar alguma desavença com o empregador anterior.

Dicas bônus

Se você está montando um currículo para conseguir o primeiro emprego, deixe em destaques os seus trabalhos feitos na faculdade ou no colégio, bem como a sua formação e os cursos adicionais que faz para aperfeiçoamento.

Conclusão

A disputa por vagas se torna cada vez mais acirrada, currículos que antes poderiam ser considerados de ótima qualidade hoje não se destacam mais, elaboramos esse material para te deixar atualizado sobre o que é importante ter em seu currículo e principalmente erros que devem ser evitados e podem arruinar suas chances do processo seletivo.

 Coloque nosso blog nos seus favoritos e permita receber nossas notificações, nossa equipe semanalmente preparam diversos materiais para fazer seu currículo se destacar e ficar sem acompanhar nossos conteúdos pode ser aquela pequena diferença entre conseguir a vaga e bater na trave. Gostou desse conteúdo? Pensou em algum amigo que poderá ser ajudado por essas dicas? Compartilhe esse texto em suas redes sociais e ajude amigos e colegas na jornada do emprego ideal!

Ainda não sabe como montar um currículo? Confira nosso artigo como montar um currículo: estrutura e tópicos

Share This
%d blogueiros gostam disto: