Escolha uma Página

A etapa da entrevista de emprego ainda é um dos temas que assustam a grande maioria dos candidatos, independente do quão experiente são ou não. Cada empresa tem seu estilo, ou seja, há diversos tipos de entrevistas, tornando necessário um plano efetivo de ação do candidato.

Claro que no começo da carreira você tem ainda mais dúvidas, mas o frio na barriga está sempre ali, assim como o nervosismo.

Se você está buscando por novas oportunidades e se encontra nessa situação desconfortável de medos e inseguranças com processos seletivos, você acabou de encontrar o conteúdo certo!

Pensando nisso, preparamos para você um material que vai falar sobre tipos de entrevistas que existem, como se preparar para uma entrevista, métodos de avaliação do candidato, como você faz para identificar o perfil na entrevista e como ser estratégico nessa etapa.

Para isso, elencamos os tipos de entrevistas mais comuns, como o recrutador usa a entrevista para descobrir mais do seu comportamento e sobre suas habilidades, qual o objetivo da entrevista e como ela é planejada. Entender cada tipo de entrevista e se preparar de acordo para cada uma delas pode te colocar na frente da disputa por uma vaga.

E vamos começar esse tema justamente falando sobre os tipos de entrevistas mais comuns encontradas no processo seletivo!

Tipos de entrevistas

Muitas pessoas não sabem, mas existem alguns tipos de entrevistas, cada uma com características próprias e objetivos definidos.

Estar preparado para as diferentes modalidades te permite não apenas a ficar mais calmo e tranquilo em relação a entrevista, como aumenta suas chances de ter um bom desempenho e conquistar a vaga.

Então acompanhe quais são os tipos de entrevistas que existem e os objetivos de cada uma das modalidades.

Entrevista Técnica

Esse tipo de entrevista serve para testar se o candidato possui os conhecimentos técnicos necessários para a vaga em questão.

 A entrevista costuma ser conduzida por um colaborador no mesmo nível ou superior ao profissional que será contratado, geralmente o responsável pelo setor de atuação do entrevistado.

 Geralmente nesse tipo de entrevista o candidato deve realizar uma prova prática relacionada com o seu trabalho para complementar a análise do entrevistador, ou por meio das perguntas o entrevistador buscará incentivar você a falar de metodologias, ferramentas e dos feitos que você realizou nas antigas experiências.

O objetivo é bem simples, avaliar sua capacidade técnica em exercer a nossa função proposta na vaga.

Entrevista comportamental

Baseada no comportamento do entrevistado e em como o mesmo lida com determinadas situações, a entrevista comportamental atualmente é um dos tipos de entrevistas mais comuns nos processos seletivos.

O objetivo desse tipo de entrevista é avaliar a personalidade e as habilidades do candidato para entender se estão de acordo com a posição e cultura da empresa.

Além de ajudar a entender se de fato você já teve experiências que comprovam que você conseguirá lidar com os requerimentos da função e os desafios da nova vaga.

Por conta disso, assim como na entrevista técnica, o entrevistador geralmente é do RH ou o gestor da área em questão, os quais foram perguntas sobre experiências profissionais e sobre posturas do candidato em determinadas situações.

Uma técnica muito recomendada para esse tipo de entrevista é a STAR, que já detalhamos nesse artigo: Entrevista de Sucesso: Descubra o método Star

Entrevista por competência

Nada mais é que uma entrevista comportamental focada em competências, então, por exemplo, o entrevistador pode direcionar as perguntas para avaliar suas aptidões para liderança, ou focar em sua competência como gestor de equipes, sempre buscando exemplos em situações que já ocorreram e como o candidato lidou com elas.

O objetivo aqui então é confirmar ou refutar suas competências com aquilo que será exigido pela vaga, por se tratar de questões situacionais e sua resposta/resolução dos eventos muitos casos o recrutador pode até mesmo deixar seu currículo em segundo plano, já que ele sabe quais competências ele está querendo avaliar na entrevista.

Esse método é uma das formas mais utilizadas atualmente em entrevistas então é crucial estar preparado para ela. Avalie a vaga que foi postada e imagine quais competências serão necessárias para exercer com maestria a posição proposta. Agora lembre-se de situações reais que você vivenciou que testaram ou provam sua capacidade em exercê-las, essa é uma ótima maneira de se preparar para esse tipo de entrevista.

Entrevista e dinâmica de grupo

Esse modelo de entrevista busca avaliar vários candidatos de uma só vez, otimizando inclusive o tempo dos recrutadores.

Ela costuma ser bastante comum em processos seletivos de estágio ou trainee em grandes empresas.

Os recrutadores normalmente utilizam dinâmicas e jogos para fazer os candidatos interagirem entre si para que seja possível analisar o comportamento de cada um ao trabalhar em grupo, também é muito importante para avaliar habilidades de comunicação, empatia, estratégia e proatividade.

A dinâmico de grupo, procura então emular uma situação ou problema real para avaliar como individualmente cada candidato exerce seu papel e como o mesmo busca interagir e ajudar o grupo em prol do objetivo definido para a dinâmica.

Entrevista com estudo de caso

Esse é um dos tipos de entrevistas que serve para avaliar a capacidade analítica do candidato e como ele resolve problemas, pode ser feito individualmente ou em pequenos grupos.

Para isso, o entrevistador apresenta um caso real do seu setor de atuação para que ele apresente uma solução. Também é possível que a empresa faça uma simulação de uma situação do dia a dia do cargo para qual o candidato se aplicou.

É uma maneira muito prática de avalia como o candidato reagiria a problemas que de fato estão ou podem estar presentes da empresa, avaliando sua capacidade em resolução de problemas, raciocínio-lógico e habilidades técnicas/ferramental.

Entrevista-painel

Diferentes dos outros modelos, esse é um dos tipos de entrevistas que apenas o responsável da área ou o recrutador do RH participam do processo seletivo, na entrevista-painel vários avaliadores conversam com um único candidato.

O objetivo é avaliar o potencial contratado sob diversas perspectivas. Os entrevistadores incluem pessoas do departamento de RH, futuros colegas do novo contratado e seu superior imediato, por exemplo.

Aqui novamente o candidato é posto geralmente para resolver um problema ou uma situação em específico, sendo avaliado seu conhecimento em atualidades, resolução de problemas, raciocínio, agir sobre pressão e visão de negócios. A principal diferença dessa etapa e da dinâmica de grupo e case interview é a presença do gestor, que será seu líder dentro da empresa.

Entrevista por telefone

O último dos tipos de entrevistas citados, mas não menos importante que os demais está a entrevista por telefone.

Geralmente essa modalidade é utilizada como a primeira forma de contato com o candidato, focando em coletar informações básicas que por ventura não constavam no currículo, como pretensão salarial e horários disponíveis ou até mesmo dúvidas mais diretas sobre a vivência do candidato em outras oportunidades.

A entrevista por telefone serve como um primeiro filtro, otimizando o tempo dos recrutadores quanto dos candidatos.

Como se preparar para entrevista

Agora que você já sabe os tipos de entrevistas que você pode enfrentar, chegou a hora de entender como se preparar para ela. Agora que você já sabe os tipos de entrevistas que você pode enfrentar, chegou a hora de entender como se preparar para ela. 
Então, comece a se preparar:

  • Durma de 6 a 8 horas na noite anterior;
  • Separe com antecedência tudo que você quer ou deve levar para a sua entrevista;
  • Tenha o endereço do local da entrevista de emprego, ou para as entrevistas online, tenha os dados de contatos necessários para iniciar a conversa com tranquilidade no horário certo;
  • Deixe suas roupas organizadas com antecedência;
  • Imprima seu currículo ou demais documentos solicitados pelos entrevistadores;
  • Descanse o suficiente antes de uma entrevista para não deixar nenhum ponto passar batido;
  • Se atente ao que a empresa está pedindo para que você leve com você, como portfólios, por exemplo. Deixe tudo organizado com antecedência

Em nosso blog temos três artigos que irão te ajudar sobre esse tema. Confira, com certeza você estará mais preparado para as entrevistas

Essas dicas são simples, mas fazem total diferença no seu resultados, afinal de contas cada detalhe conta na hora de demonstrar seu talento e como se preparar para entrevista, é também uma forma de se manter mais calmo e diminuir a ansiedade causada naturalmente por esse cenário inclusive sobre ansiedade temos um artigo que detalha sobre assunto e como lidar com a ansiedade para era não te atrapalhar no processo seletivo. 

Métodos de avaliação do candidato

Outra informação que pode te deixar mais tranquilo no momento de fazer entrevista é saber quais são os métodos de avaliação de candidato que você pode encontrar nas empresas.

Como métodos de avaliação de candidato para suas vagas, as empresas costumam realizar:

 Entrevistas (os tipos de entrevistas você viu já no primeiro tópico do conteúdo);

  • Avaliação de qualificações educacionais do candidato;
  • Exercícios práticos, sejam para dinâmicas individuais ou em grupo;
  • Dinâmicas de grupo;
  • Testes de habilidade;
  • Assessment centres (combinação de vários métodos em uma única seleção);
  • Grafologia (o estudo da morfologia da escrita).

 Ou seja, são diversos os métodos de avaliação do candidato nas entrevistas, não? Algumas empresas optam até por métodos como Astrologia por associar a personalidade dos candidatos às posições dos astros.

Identificar perfil na entrevista agora não é tarefa de outro mundo

Assim como os recrutadores irão analisar o seu perfil e se você se encaixa para a vaga que eles estão disponibilizando, você também pode analisar seu orientador e entender se realmente você tem interesse e considera ideal a oportunidade para você. Isso porque identificar perfil na entrevista agora não é tarefa de outro mundo, pelo contrário, é possível e mostrará muito do seu senso crítico também.Assim como os recrutadores irão analisar o seu perfil e se você se encaixa para a vaga que eles estão disponibilizando, você também pode analisar seu orientador e entender se realmente você tem interesse e considera ideal a oportunidade para você. Isso porque identificar perfil na entrevista agora não é tarefa de outro mundo, pelo contrário, é possível e mostrará muito do seu senso crítico também.
Para isso, você pode fazer durante a entrevista algumas perguntas como: 

  • Por que essa vaga está aberta? Ela foi criada agora? (Você pode até perguntar por que seu antecessor deixou o cargo, se for o caso);
  • Há quanto tempo você está na empresa?
  • O que você fazia antes de estar na empresa?
  • O que você faz durante seu tempo livre?
  • Conte sobre um momento em que você precisou ser inovador.

Essas são algumas das perguntas que pode usar para identificar perfil na entrevista, assim saberá o quanto vale aquela vaga para você, inclusive se vale a pena investir seu tempo nisso.

Torne sua entrevista estratégica

Acredite, depois de tudo que você leu até aqui, você já está à frente de muitos candidatos e sua estratégia já está se formando sem você perceber!

 A questão é: mantenha o foco. Para que sua entrevista fique cada vez mais estratégica e eficaz, você precisa se manter calmo, descansado e preparado.

 Uma dica de ouro para uma entrevista estratégica é estudar sobre TUDO relacionado à empresa para a qual você concorrerá à vaga, desde o seu porte, data de fundação, cultura organizacional, objetivos empresariais, ex-funcionários, até mesmo quem é o quadro atual de colaboradores, por exemplo.

 Quanto mais informação você tiver da empresa, mais você conseguirá tornar sua entrevista estratégica, então comece suas pesquisas!

Conclusão

Se você chegou até aqui, agora você já conhece os estilos mais comuns de entrevista, como o recrutador usa a entrevista para descobrir mais do seu comportamento e sobre suas habilidades, assim como qual o objetivo da entrevista e como ela é planejada.

 Ou seja, não tem porque ter medo, você só precisa se preparar e se manter confiante, afinal de contas, você precisa passar credibilidade para os recrutadores. Como você passa essa confiança para eles sem confiar em você mesmo?

 Então se prepare para mostrar de tudo que você é capaz e como será benéfico para a empresa ter você em seu quadro de colaboradores.

Share This
%d blogueiros gostam disto: