Escolha uma Página

Horas em frente ao computador, muitos currículos enviados e formulários preenchidos, até que o telefone toca e chega o momento tão esperado: a entrevista de emprego. Naquele instante, você é tomado por um misto de alegria e angústia. Surgem, em segundos, todas as dúvidas possíveis, então surge a pergunta: Como ter sucesso na entrevista?

Da roupa que vai vestir ao penteado, do visual com barba ou sem. Essas são sempre as primeiras questões. Daí você corre para o guarda-roupa e analisa suas peças. Nessa hora, faça a escolha prezando sempre pelo “clean” poucas informações são sempre bem-vindas. Afinal, você quer chamar a atenção para o seu conhecimento e aptidão para a vaga, não para o seu visual.

Por isso, escolha tons mais neutros e roupas que te deixem tranquilo, sem preocupação com decotes ou ajustes demais. Sabe aquela combinação coringa que você usa quando não está afim de muita produção, e já vestiu inúmeras vezes? Aposte nela. Inovar nesse momento não é o ideal. A vestimenta nessa hora é muito importante pois ela poderá de ajudar a criar uma relação instantânea de confiança, e caso mal planejada, pode prejudicar o resultado no processo seletivo.

Passada essa insegurança inicial, as próximas são bem mais amedrontadoras. É como fazer uma prova na escola, você não sabe o que te espera, nem quais serão as perguntas ou pegadinhas que te prepararam. Para elevar sua segurança e te ajudar a encarar esse desafio com a maior serenidade possível, traçamos 10 estratégias que vão te ajudar a ter sucesso na entrevista.

Conheça a empresa

Faça uma pesquisa sobre o perfil da empresa. Isso pode te ajudar a perceber como será a entrevista. Se for da área mais criativa, se prepare para contar algumas experiências interessantes e trazer um portfólio dos seus trabalhos. Se for mais operacional, as perguntas devem ser mais práticas e diretas, então trazer resultados quantificáveis é uma ótima estratégia.

Uma dica é buscar a missão, a visão e os valores dela. Com isso claro, você terá uma dimensão do que ela busca e quais características suas podem se encaixar nestes objetivos, todavia essa dica se tornou bem comum então recomendamos fazer um pouco mais por si mesmo, procure sobre as páginas quem somos, entenda qual a cultura da empresa, depoimentos de ex-funcionários e se torne um especialista da empresa onde pretende trabalhar.

Estude seu currículo

Você pode pensar que não precisa fazer isso, porque o conhece bem não é o mesmo, esse é um dos casos onde o excesso de confiança irá te atrapalhar, então sim estude seu currículo. Por exemplo, para a vaga pela qual você será entrevistado e perfil de empresa, quais experiências que mais se enquadram? Quais resultados valem a pena comentar? Quais situações que irão demonstrar que você é capaz de executar o que será exigido? Se conseguir compreender esses detalhes, terá o ponto de partida para demonstrar domínio da área de atuação e chegar à entrevista com mais segurança.

Dentre os cargos ou funções que exerceu, haverá aquele que dialoga com a vaga que pleiteia. Busque na memória, essa experiência e, em outras, uma característica que o identifique com o estilo da empresa. Vai ser importante ter em mente um momento, pelo menos, de um desafio que enfrentou em duas ou três organizações.

Assim, para aqueles que não têm experiência comprovada, vale fazer o mesmo. O entrevistador saberá reconhecer seu esforço e coragem mesmo em um trabalho sem vínculo ou informal.

Mantenha a postura

Depois de ter estudado bastante, enfim chegou o dia. Mas de nada adianta estar com tudo na ponta da língua se sua postura corporal não ajuda. Se a sua linguagem corporal não demonstrar confiabilidade, suas palavras poderão perder efeito e você não terá o sucesso esperado na entrevista. Imagine o cenário: Você falando como foi confiante ao resolver um problema e estar com uma postura “arqueada” e para baixo? O recrutador pode então reconsiderar se o que você está falando é verídico.

Portanto, cuide da linguagem corporal, ela pode dizer muito sobre você. Ficar nervoso é normal e o entrevistador sabe disso, portanto, ao chegar, inspire e respire fundo, sente-se de forma ereta. Evite cruzar os braços e as pernas (isso demonstra indisponibilidade), franzir a testa (denota inquietação). Controle a ansiedade e nada de ficar se balançando, pois irá apenas demonstrar ansiedade.

Por fim, procure utilizar a linguagem corporal a seu favor, novamente mais uma dica de sucesso na entrevista. Use o sorriso sempre que puder. Mantenha um contato visual com o entrevistador enquanto fala e controle as manias: bater a caneta na mesa e colocá-la na boca, mexer no cabelo. Elas vão anunciar seu estado de nervos.

Cuide do português

Antes de se comunicar, articule as palavras e as concordâncias verbais. Evite gírias ou vícios de linguagem. Não será preciso utilizar termos técnicos, a não ser que seja questionado sobre a área da vaga e precise tratar nesses termos. Fora isso, não descuide em nenhum momento da língua portuguesa, pois não adianta seguir todas as dicas, conseguir ser notado e falhar no idioma. 

Isso se estende e deve ser ainda mais cuidado quando houver atividade em grupo como as dinâmicas. Avalie exatamente como vai se expressar para não exagerar na linguagem técnica nem na informalidade. Encontre o equilíbrio e seja profissional.

Comunique-se

A comunicação pode te auxiliar também a ter sucesso na entrevista e, principalmente, em uma dinâmica de grupo, onde se destacam aqueles que têm mais segurança em falar em público. Não deixe que o nervosismo te bloqueie. O treinamento anterior vai te dar a segurança que você precisa para desenvolver a comunicação no momento oportuno.

Na expectativa de precisar participar desse tipo de atividade, prepare algumas perguntas. Pesquise como funciona, quando e como devem ser aplicadas essas questões, e leve-as em mente. Acostumado ou não com esse processo, esteja preparado, principalmente, se for uma pessoa menos comunicativa. Desse modo, fica claro que uma comunicação assertiva é crucial para ter sucesso na entrevista. 

Preste atenção no entrevistador

Não precisa encarar o entrevistador de forma incisiva. Olhe-o de maneira amigável, mantenha a feição simpática e ouça-o. Mesmo com toda sua estratégia montada na sua cabeça, você precisa responder às perguntas dele e entender o que ele espera de você.

Para isso, escute bem e encaixe suas respostas de forma leve, clara e objetiva, sem exagerar na dose. Não é hora de questionar, e sim de ser questionado. Ele só quer te conhecer, saber se o seu perfil se encaixa no da empresa. Ali também não é lugar de fazer amizade, por isso, controle sua espontaneidade.

Portanto, seja cordial e simpático, na medida, desde a chegada, na recepção, na sala de espera, e com as pessoas ao redor. O nervosismo pode te tornar exagerado ou, até mesmo criar uma personalidade diferente da sua. Não caia nessa armadilha psicológica. Seja autêntico, agradável e sociável, dentro do que você é, suas chances de sucesso na entrevista vão aumentar sem dúvidas.

Não exagere nos pontos fortes

Uma pergunta frequente pede que o entrevistado descreva os pontos fortes e fracos. No primeiro ponto, falamos de forma tranquila, mas no segundo, o que falar? Pense em responder sobre características que somem ao trabalho, que novamente irão demonstrar que você atende os requisitos da vaga. Não vai dizer que é ciumento, por exemplo, e de maneira geral evite falar de qualidades íntima e pessoais.

Sendo assim, evite também demonstrar arrogância quando for mencionar pontos fortes, já que essa característica é bem avaliada pelos recrutadores. Tente exemplificar como você se comporta diante de uma dificuldade, sobre sua habilidade em trabalhos de maior complexidade, em atividades de grupo, sua atitude quando precisa realizar entregas em prazos curtos e trabalha sobre pressão.

Cuidado com perguntas espinhosas

Perguntas sobre seu ex-chefe podem ser consideradas as de maior dificuldade, ou mesmo sobre seu antigo cargo, função ou empresa. Trate de colocar as palavras de forma cuidadosa. Nunca fale mal de nenhum deles. Cuide para não responsabilizá-los pela sua saída.

Busque apontar os pontos positivos do antigo trabalho, apontando os aspectos profissionais que o fizeram optar por sair ou mesmo ser retirado dele. Ressalte sua vontade de ser desafiado e de estar sempre buscando o desenvolvimento e crescimento na carreira.

Treine as perguntas frequentes

As entrevistas de emprego costumam repetir algumas perguntas. Conhecê-las antes vão te ajudar a chegar com segurança. Geralmente, elas giram em torno da sua descrição: falar sobre si, pontos fortes e fracos, sobre suas escolhas profissionais: porque saiu do emprego anterior, porque pretende trabalhar na empresa, como você se vê no futuro; O perfil de trabalho: quais dificuldades, com que pessoas, relacionamento e atividade em equipe.

Dividindo em grupos de perguntas, você terá respostas para essas e outras que aparecem. O mais importante nessa hora é você se sentir seguro. Treinado, seu raciocínio será mais rápido para improvisar, se for preciso. Escrevemos um artigo sobre isso que irá te ajudar como responder as perguntas frequentes nas entrevistas de emprego.

Demonstre entusiasmo

Um profissional que trabalha com brilho nos olhos anima o entrevistador. Conte uma experiência em que o objetivo do trabalho foi alcançado de forma eficiente, mesmo com alguma dificuldade. Mostre que você os enfrentou com paciência e persistência, jogo de cintura e, ao final, conseguiu obter êxito.

Mas, cuidado, seja objetivo. Nada de contar detalhes da história. O entrevistador não tem todo o tempo do mundo. Se não lembrar-se de algum fato, fale da sua função com entusiasmo, demonstre conhecimento no seu campo de atuação.

Técnica STAR: Estratégia de sucesso na entrevista

Existe uma técnica que ajuda a estruturar um acontecimento/realização de forma objetiva. STAR é a abreviação para Situação, Tarefa, Ação e Resultado. Você pode deixar pronta em sua mente essa história.

  • Delimite a Situação: problema e quando ocorreu;
  • Cite qual era a Tarefa a ser cumprida para resolução, incluindo prazos e gargalos, e qual era sua responsabilidade;
  • Explique como você agiu para resolver, a Ação que te fez transformar dificuldade em oportunidade;
  • Relate os Resultados e retornos obtidos, além dos aprendizados.

Essa técnica permite uma melhor organização dos fatos ocorridas e é uma maneira lógica e eficiente de relatar um episódio no trabalho.

Reavalie suas mídias sociais

Essa é uma novidade que vem pegando muita gente de surpresa. As empresas têm analisado os perfis das redes sociais dos candidatos, antes mesmo da entrevista. Esse, inclusive, pode ser um ponto negativo para você. Quem sabe não esteja aí a explicação para você, muitas vezes, nem chegar a essa fase. Para não correr esse risco, faça uma varredura nos seus perfis na internet. Exclua alguma postagem duvidosa, com português inadequado, fotografias comprometedoras.

Posicionamentos preconceituosos por meio de publicações ou comentários também podem ser desfavoráveis. Revise-os e se pergunte se aquela empresa o contrataria a partir do seu perfil digital. Esse assunto é tão importante que escrevemos um blog post específico sobre isso, dê uma conferida no artigo: Como utilizar as redes sociais ao seu favor na hora de encontrar um emprego? 

Conclusão

Planejamento e preparação são muitos importantes para qualquer processo, e na hora e da entrevista isso não é diferente, essas duas palavras podem definir o sucesso na hora de procurar emprego e conseguir se dar bem no processo seletivo. Separamos 10 estratégias para ser bem-sucedido na entrevista e seguindo essas dicas você, sem sombra de dúvidas, irá conseguir dar mais um passo para o emprego que você tanto almeja.

Se preparar e ter um currículo bem elaborado e com informações verídicas, ser pontual e não se atrasar para a entrevista, apresentar uma boa postura e linguagem corporal, falar de forma objetiva, adequada e formal, ajustar o tom de voz, desligar o celular para evitar uma situação constrangedoras são de fato estratégias de sucesso na entrevista que irão garantir pontos positivos na busca de emprego.

Acompanhe nosso blog, coloque nos favoritos. A currículos que vendem foi criada para trazer conteúdos de qualidade para quem está procurando uma mudança de carreira, recolocação no mercado ou no primeiro emprego. Tem alguma dúvida específica para se preparar para entrevista? Deixe nos comentários. Dicas e sugestões de novos temas também são bem-vindas.

Esse texto foi proveitoso pra você? Não deixe de acompanhar mais informações no nosso blog.

Share This
%d blogueiros gostam disto: