Escolha uma Página

Talvez o momento em que o recrutador pergunta, quais são os seus pontos fortes e fracos seja o momento mais difícil de uma entrevista para você. Principalmente quando somos questionados a respeito dos nossos pontos fracos.

Quando falamos em pontos fracos, há basicamente uma dificuldade natural do ser humano em reconhecer os seus próprios erros e assumi-los. Há também o receio do ponto fraco causar desinteresse do recrutador em sua contratação. Afinal, como pontuar para o recrutador os nossos pontos fracos de forma que cause o menor prejuízo possível em nossa imagem?

Na verdade, ao fazer essas perguntas o entrevistador está mais interessado em sua reação, postura diante da questão e como irá desenvolver sua resposta. É claro que os recrutadores também esperam por respostas sensatas e que demonstrem autocontrole, conhecimento de si mesmo e que não representem perigo para a organização. Então entenda nesse blog post como agir diante dessas tuas temidas questões.

Quais são os seus pontos fracos?

Ao fazer esta pergunta o recrutador observará no candidato a sua expressão corporal e aspectos emocionais. É possível, em alguns casos, identificar por exemplo quando o candidato está mentindo e está dando uma resposta apenas para agradar ou até mesmo a sua capacidade de reagir com clareza e estabilidade à situações de desconforto e pressão que podem surgir durante o dia a dia de trabalho.

Alguns erros frequentemente cometidos pelos candidatos estão relacionados a:

Tentar enganar o recrutador, mencionando um ponto fraco falso, como por exemplo dizer que se considera uma pessoa perfeccionista. Na verdade, o perfeccionismo é considerado uma virtude e ponto forte das pessoas. Visto que pessoas com estas características são zelosos e cuidadosos com suas tarefas. Até já abordamos isso nesse artigo: 10 estratégias para ter sucesso na entrevista. Dê uma conferida e esclareça melhor esse ponto

Mencionar pontos fracos intoleráveis pelas empresas, como por exemplo dizer que se considera uma pessoa preguiçosa, ou que tem dificuldade para cumprir horários ou então que possui dificuldade de relacionamento interpessoal com certeza não são boas estratégias, então com certeza devem ser evitadas.

Não responder à pergunta do recrutador, dizendo por exemplo que não possui pontos fracos ou não consegue identificá-los é uma péssima ideia, pois espera-se que o candidato consiga reconhecer os seus pontos fracos e utilizar estratégias para melhorar, afinal ninguém é perfeito.

Já mencionamos nesse artigo como responder perguntas frequentes nas entrevistas de emprego que uma boa estratégia ao responder essa questão e identificar um ponto fraco é demonstrar como você vem trabalhando esse ponto fraco e/ou como está trabalhando para fazer com que esse ponto fraco não atrapalhe sua performance.

Quais são os seus pontos fortes?

Ao fazer esta pergunta o recrutador busca entender a visão do candidato a respeito de si mesmo. O recrutador consegue observar também como o candidato se coloca quando em situações de superioridade, onde ele deve demonstrar os seus pontos fortes e positivos. É verdade que os pontos positivos também são avaliados e levados em conta em um processo de recrutamento e seleção de perfis, porém estes não são os únicos itens analisados ao se realizar este modelo de pergunta.

Alguns erros frequentemente cometidos pelos candidatos estão relacionados a:

Tentar mostra-se para o recrutador como um verdadeiro super-herói que possui as melhores qualidades do universo e é bom em tudo o que faz.

Mentir ou criar pontos positivos que não existem ou não condizem com a sua realidade. O recrutador pode facilmente perceber e você poderá perder sua oportunidade de emprego.

Citar pontos fortes irrelevantes para o recrutador e também para a organização, como por exemplo dizer que o seu ponto forte é gostar de esportes. O recrutador deseja conhecer os seus pontos positivos e entender de que forma eles podem contribuir para a organização, então se você estudou bem a vaga e empresa saberá quais são as habilidades mais valorizadas por ele, agora o ponto é identificar se você tem uma dessas características como ponto forte e mencioná-la.
É muito interessante utilizar a técnica STAR nesse momento, que explicamos nesse artigo: Entrevista de Sucesso: Descubra o método Star. Dessa maneira você consegue colocar em evidência o resultado desse ponto forte. Veja abaixo, sugestões de pontos fortes e pontos fracos para se sair bem em uma entrevista de emprego.

Pontos Fracos

Dificuldade para falar em público

Um dos pontos fracos aceitáveis em uma entrevista de emprego, claro desde que a função não exige constante contato com o público, como por exemplo uma oportunidade para assumir cargo de professor em uma instituição de ensino.

Você pode falar para o seu recrutador que um dos pontos que considera fraco em você, é a sua dificuldade de falar para grandes públicos.

Mas, procure sempre mostrar as formas que você encontrou e o que tem feito para reverter esta condição e melhorar esta característica. Como por exemplo a participação em cursos de comunicação e desenvolvimento pessoal ou até mesmo a participação em apresentações de projetos e trabalhos na faculdade.

Se já trabalhou em outra empresa, procure mostrar apreço e conte como aquela empresa e seus superiores da época o auxiliaram na melhoria desta característica.

Ansiedade

Outra boa resposta para apresentar como ponto fraco é considerar-se uma pessoa um pouco ansiosa. Entretanto, procure sempre mostrar aos recrutadores que você consegue controlar este ponto e apresente o que tem feito para contornar esta situação.

Demonstre que a sua ansiedade não impacta em suas rotinas no trabalho. É possível contornar a ansiedade através de sessões de relaxamento e também com o auxílio da tecnologia. Pessoas ansiosas possuem a tendência de querer realizar todas as tarefas ao mesmo tempo.

É interessante mencionar por exemplo, que você tem se organizado melhor com a utilização de uma agenda pessoal e com uma escala de prioridades. Assim, consegue executar cada uma das suas tarefas no tempo e momento adequado.

Falta de Conhecimento em Aspecto Técnico não importante para a vaga pretendida

Um ponto relevante e que pode te ajudar a sair desta pergunta difícil é avaliar negativamente a sua falta de conhecimento ou baixo conhecimento em algum aspecto não primordial para o cargo que você vai ocupar. Por exemplo, se você pretende assumir uma vaga em empresa brasileira e em uma função onde não é exigida a comunicação com pessoas de outras nacionalidades, pode ser interessante mencionar que considera um ponto a melhorar o seu desenvolvimento na língua inglesa.

Mas, não deixe de dizer ao recrutador o que você tem feito para mudar este quadro ou o que pretende fazer no curto prazo, como matricular-se em um curso de idiomas.

Reconhecer pontos fracos e conseguir traçar medidas e metas para solucioná-las são pontos extremamente bem avaliados pelo recrutador. Desse modo, você pode até mesmo conseguir que o recrutador encontre pontos positivos em sua resposta.

Lembre-se, jamais deixe transparecer e dar a entender para o recrutador que você não possui defeitos, mas saiba apresentá-los de forma amigável, com firmeza e clareza de ideias e principalmente apontando medidas de correção. Nunca deixe que um dos seus pontos negativos passe para o recrutador a ideia de que em algum momento isso poderá atrapalhar a organização.

Pontos Fortes

Capacidade de Organização

Um excelente ponto forte para mencionar em uma entrevista de emprego é a capacidade organização, porém ao destacar essa característica como ponto forte é extremante necessária explicar como você, de fato, organiza seu tempo e suas atividades.

É necessário destacar exemplos de organização, técnicas utilizadas e casos onde a sua organização foi crucial para alguma entrega por exemplo, se você mencionar apenas que é organizado sem fornecer exemplos práticos vai transparecer apenas amadorismo e parecer mais um exemplo clichê de ponto forte.

Pessoas que possuem essa característica costumam manter o seu local de trabalho muito bem organizado, o que causa uma boa impressão, principalmente em locais com acesso e visibilidade do público.

Além disso as pessoas organizadas conseguem estruturar e realizar as suas tarefas diárias dentro do tempo exigido pela empresa e, portanto, não costumam deixar tarefas importantes para depois

Capacidade de Liderança

Outro excelente ponto positivo é demonstrar para o recrutador que você possui capacidade de liderança. Atualmente as organizações buscam pessoas que possam assumir as mais variadas espécies de responsabilidade com competência e naturalidade. O mercado está constantemente em busca de pessoas que possam desenvolver-se dentro da organização e agregar valor, possibilitando inclusive desenvolvimento pessoal e de carreira.

Entende-se que pessoas com capacidade de liderança são capazes de buscar o seu próprio crescimento e como consequência ajudar a empresa a crescer. Habilidades de liderança também são vistos positivamente em relação a capacidade do indivíduo, quando não em cargos de liderança, consegue resolver conflitos e encontrar soluções para melhoria cotidiana dos processos da empresa.
Entretanto como liderança é uma habilidade quase obrigatória é valido utilizá-la somente se você for capaz de dar exemplos do uso desse ponto forte, ou então vai acabar não se destacando como gostaria.

Flexibilidade

Um ponto chave e grande diferencial em um candidato é a sua capacidade de flexibilidade e de adaptação a mudanças. As empresas buscam por profissionais que estejam prontos para receber de forma positiva mudanças inesperadas. O próprio mercado onde as empresas estão inseridas é altamente volátil e sofre constantes mutações, onde muitas vezes as empresas precisam encontrar formas de se reinventar.

Por isso espera-se que os candidatos estejam abertos a mudanças, como por exemplo estar aberto a recepção de novas ideias, mudanças de hábitos e culturas organizacionais, mudança de horário de trabalho ou necessidade de realização de horas extras esporádicas, mudança de setor ou função e até mesmo de filial, cidade ou estado.

Procure apresentar ao recrutador, através de suas experiências, situações que comprovem a sua capacidade de flexibilidade e demonstrem que você realmente possui este ponto forte e não está ali apenas tentando encantar ou convencer o seu recrutador.

Conclusão

Foi possível observar e entender o motivo pelo qual os recrutadores nos questionam sobre os nossos pontos fortes e pontos fracos. Procuramos demonstrar para você algumas características que é necessário evitar a todo custo e principalmente apresentar exemplos de pontos fortes e fracos que você pode utilizar durante uma entrevista de emprego, também procurarmos demonstrar como se portar e apresentar as suas características sem comprometer a sua entrevista e sempre procurando apresentar situações reais e no caso de pontos fracos de que forma você tem buscado melhoria.

Lembre-se de não utilizar estas respostas de forma automática e robotizada, mas estude formas de apresentá-las de forma autêntica e com poder de convencimento.

Se você gostou deste texto e ele contribuiu para o seu crescimento e desenvolvimento em uma entrevista de emprego, deixe os seus comentários e continue acompanhando o nosso blog para receber ainda mais conteúdos como este.

Share This
%d blogueiros gostam disto: