Escolha uma Página

Atualmente o Brasil tem dois dispositivos digitais por habitantes (entre celulares, smartphones, notebooks, computadores e tablets) e 230 milhões de celulares ativos, ou seja, há mais de um celular por pessoa, considerando a população nacional de um pouco mais de 215 milhões de habitantes. Esses smartphones estão carregados com vários aplicativos, divididos em categorias como: produtividade, entretenimento, saúde e a queridinha nacional redes sociais.

Nesse cenário, podemos afirmar que todas as pessoas têm, pelo menos, uma conta em uma rede social, certo? Elas tomaram conta da internet e até mesmo as empresas já adotaram as redes como forma de marketing e venda de seus produtos. Muitas dessas companhias também internalizaram a ideia e trouxeram as redes sociais como um modelo de comunicação com os colaboradores, ou seja, as redes sociais se integralizam a sociedade.

A importância das redes sociais atualmente não pode ser questionada e, caso você esteja procurando uma nova oportunidade profissional, o seu perfil pode até servir de critério eliminatório em processos seletivos. Com os avanços das redes sociais, você já parou para pensar que a sua próxima oportunidade profissional pode estar dentro de uma delas? Ou então, como o seu perfil pode estar influenciando positivamente, ou em muitos casos negativamente, na busca da sua oportunidade sonhada?

Então é muito importante saber gerenciar e até mesmo utilizar as redes sociais pensando na entrada de mercado de trabalho ou mudança de carreira. Pensando nisso nossa equipe preparou algumas dicas de como as redes sociais podem ser a sua aliada na hora de encontrar o tão desejado emprego novo!

Invista nos grupos fechados para encontrar emprego

Em redes como o LinkedIn e o Facebook, é permitido criar grupos fechados com um assunto específico a ser debatido. Que tal encontrar o grupo que tem a ver com a sua área de atuação? Nele, você poderá acompanhar e se conectar com pessoas com o perfil profissional parecido com o seu.

Além disso, nesses grupos são postadas diversas vagas de emprego. O benefício é que todas as oportunidades já são selecionadas e tem relação com a área de atuação do grupo. Isso torna a sua procura mais assertiva e aumenta as suas chances de conseguir a posição. Tenha certeza de entrar em grupos de sua área de interesse, vários assuntos discutidos podem te ajudar na hora de pesquisar sobre a empresa e as vagas.

Participe ativamente desses grupos, converse, curta e compartilhe conteúdos relevantes, quem sabe o recrutador da empresa também esteja no grupo e acabe gostando dos temas e discussões que você esteja participando e fomentando.

Divulgue o seu trabalho! 

Assim como as empresas estão utilizando as redes sociais para divulgarem as oportunidades de trabalho, utilize as suas redes para a divulgação do seu trabalho, seja como autônomo ou colaborador CLT.

Você pode compartilhar, por exemplo, fotos dos trabalhos que já realizou, dos cursos que faz, de algum vídeo ou palestra interessante ou até mesmo dar alguma dica de leitura que tenha a ver com a sua área de atuação.

Se você está desempregado e procurando recolocação, essa é uma boa tática para fortalecer a sua imagem profissional, já que muitas empresas olham os perfis dos candidatos antes da contratação. Caso você seja autônomo, não deixe o seu perfil restrito. Caso prefira, faça uma página profissional para divulgar o seu portfólio.

O LinkedIn é a rede mais utilizada atualmente quando o assunto é negócios então tenha certeza de estar presente nessa rede, organize o seu perfil valorizando suas qualidades e realizações da carreira. As grandes empresas também estão lá então tenha certeza de seguir o perfil das empresas que estão na sua lista de desejos.

Compartilhe as vagas de emprego postadas

Utilize todas as conexões das redes sociais para compartilhar algumas vagas que viu em circulação ou de algum contato, isso pode demonstrar para os avaliadores e recrutadores, que porventura venham a conferir seu perfil, a quão antenado você está com o que está acontecendo no mercado.

Além disso, mesmo que essas oportunidades não se encaixem no seu perfil, poderão servir para os seus colegas. Isso fará que eles se recordem de você quando encontrarem alguma outra posição que se encaixe no que você está procurando. Valorize o networking, ele pode ser muito importante no processo de busca de emprego.

Cuide da sua imagem nas redes sociais

O uso das redes sociais exige muito cuidado. Os posts podem viralizar em poucos minutos e a sua postagem pode atingir patamares gigantescos. Por isso, tome cuidado com os conteúdos das suas publicações. Fique atento com as suas postagens. Elas podem denegrir a sua imagem e passar impressões equivocadas sobre suas opiniões ou sobre o seu comportamento. Esses são pontos importantes e muito analisados pelos recrutadores no momento de fazer a triagem de candidatos.

No caso de ter uma página pessoal, certifique-se que apenas amigos, colegas próximos e familiares consigam ver todas as suas publicações. Já para as páginas profissionais, o indicado é evitar publicações com exposições e opiniões pessoais. A má gestão de sua rede social pode se tornar o maior pesadelo no seu projeto de novo emprego. 

Depois de entender melhor como utilizar as redes sociais ao seu favor na hora de procurar um emprego, que tal conhecer melhor sobre cada uma delas? Todas foram criadas para uma finalidade específica. Por isso, entenda o que cada uma pode oferecer e extraia todo o potencial delas. Confira:

Facebook

Nesse ano, o Facebook lançou a ferramenta “Facebook Jobs”, que pode ser utilizada gratuitamente por qualquer usuário da plataforma. O principal ponto dessa nova funcionalidade é ajudar as pessoas a encontrarem um emprego.

Funciona da seguinte maneira: após fazer o login na sua conta, vá em “Explorar” e depois em “Empregos”. Lá, você poderá escolher o local e setor de interesse das vagas que você deseja. Após achar a que mais combina com você, é só se candidatar.

O melhor de tudo, é que você pode ser avisado quando novas vagas são publicadas. Além de ser benéfico para os candidatos, a ferramenta consegue atingir um grande número de pessoas, o que faz que as empresas busquem esse método para a divulgação das oportunidades.

Portanto, lembre-se: como essa ferramenta está relacionada a sua página pessoal, ter um perfil não-comprometedor tem ainda mais peso para o processo de seleção.

LinkedIn

Conforme comentamos anteriormente o LinkedIn é uma rede social utilizada unicamente com o objetivo profissional. Nessa plataforma, ao criar o seu perfil, você utiliza, além de dados básicos pessoais, informações dos seus empregos e qualificações. A ideia é ser um currículo e um portfólio. Por isso, é muito importante mantê-lo atualizado.

A ferramenta de busca de empregos é potencializada no LinkedIn. Na seção “Vagas” da plataforma, você também pode procurar a sua vaga perfeita, colocando informações como local e cargo desejado. Também são sugeridas oportunidades que combinam com o seu perfil de acordo com o que foi preenchido e com as empresas que você segue.

Além disso, o LinkedIn é muito utilizado pelos recrutadores para abordagem de candidatos para as vagas que estão abertas na companhia. Por isso, não se espante em receber convites de profissionais que você ainda não conhece ou mensagens de profissionais de RH querendo entender melhor o seu momento.

Twitter

Embora ainda não tenha a função de procurar empregos, o Twitter é uma rede social dinâmica e que também ajuda na procura de novas oportunidades. Siga as empresas pelas quais tem interesse, pois, eventualmente, elas divulgam vagas por lá.

Outra funcionalidade do Twitter é o uso de hashtags. Procure por palavras chaves, como “vaga”, “emprego”, “oportunidade”, entre outras, para encontrar publicações que divulgaram vagas recentemente.

Instagram

Assim como em todas as outras redes sociais, você pode utilizar o Instagram para seguir as companhias que gosta e que deseja encontrar emprego, ocupando uma cadeira lá.

Além disso, uma nova funcionalidade da plataforma permite que você siga hashtags. Assim, todos os posts que aparecerem com essa tag irão aparecer na sua timeline, assim como as fotos das pessoas que você segue.

Com isso, para ajudar na busca do emprego ideal, siga as hashtags com as palavras chaves, conforme citado no Twitter.

Você também pode apostar nas indicações via rede social para conseguir o seu novo emprego. A plataforma ideal para esse tipo de abordagem é o LinkedIn. Mas, atente-se às dicas:

  • Prefira pedir indicações às pessoas que você já tem algum relacionamento. Entrar em contato com alguém que você não conhece pedindo uma chance, pode soar desesperado e, dependendo da forma, antiético.
  • Caso você já conheça a pessoa que publicou a oportunidade, demonstre interesse e pergunte a melhor forma de proceder para encaminhar o seu currículo.
  • Caso o profissional não te responda no primeiro contato, não envie mais uma mensagem. Pode soar invasivo e desesperado.

Para começar a praticar essas dicas, que tal compartilhar esse material em suas redes? Além de ajudar os colegas, poderá ter um conteúdo relevante em seu perfil!

Conclusão

As redes sociais movimentam o mundo dos negócios e na era digital, o impacto dela vem só aumentando, e nesse sentido na busca de um emprego, recolocação e mudança de carreira as redes sociais podem ser um dos seus maiores aliados. Entretanto o uso inadequado da mesma vai se tornar o seu maior pesado, com as nossas dicas você será capaz de torná-las uma importante parceira na hora de encontrar emprego. Deixamos instruções bem simples e eficientes para você seguir nas principais redes sociais.

Novamente ressaltando a currículos que vendem veio para ser uma das maiores fontes de informações para quem está buscando a entrada no mercado de trabalho, uma recolocação de emprego ou uma mudança na carreira, trazendo conteúdos de qualidade que vão te ajudar na sua busca. Deixe seu comentário abaixo com sugestões de novos temas e dúvidas sobre o processo de busca de emprego, nosso time irá te responder e sanar todas as suas questões.

Está com dúvidas em como montar um currículo? Acompanhe em nosso primeiro artigo como iniciar a construção de um cúrriculo eficiente: Como montar um currículo: Estrutura e Tópicos

Share This
%d blogueiros gostam disto: